Início Mundo ÚLTIMA HORA: Terrorismo dentro de uma igreja faz vários mortos

ÚLTIMA HORA: Terrorismo dentro de uma igreja faz vários mortos

292
0
COMPARTILHE

Um homem entrou numa igreja batista, em Sutherland Springs, no Estado norte-americano do Texas, e começou a disparar, matando “várias pessoas”, disse o xerife local. Pelo menos 27 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas.

Pelo menos 27 pessoas foram hoje mortas a tiro e dezenas ficaram feridas numa igreja batista do estado norte-americano do Texas, por um homem que foi depois abatido, indicaram a polícia local e outras autoridades. Uma criança de dois anos está entre os feridos, informou o site Dallas Morning News.

“Há muitos mortos e muitos feridos”, anunciou o comissário do condado de Wilson, Albert Gamez Jr., cita a NBC.

Uma porta-voz do Connally Memorial Medical Center, nos arredores de Floresville, disse à Fox News que aquela unidade recebeu “pacientes do tiroteio”, sem detalhar o número.

Helicópteros e equipas de emergência chegaram ao local, bem como equipas de investigação.

O ataque aconteceu na Primeira Igreja Batista em Sutherland Springs, sudeste de San Antonio, segundo relatos citados pela Agence France-Presse (AFP).

Um responsável pela polícia local descreve que um homem entrou na igreja e começou a disparar, fazendo um número indeterminado de vítimas mortais.

Testemunhas, citadas pela AFP, disseram que o atirador entrou na igreja pouco antes do meio-dia e abriu fogo. Uma criança de dois anos está entre os feridos, informou o site Dallas Morning News.

Dana Fletcher, uma empresária local, conta à cadeia norte-americana CBS, descreve a passagem de vários carros da polícia e ambulâncias, dizendo, porém, que não sabe ao certo o que se terá passado, apesar da forte presença polícial na área.

Sutherland Springs é uma localidade com cerca de 400 habitantes, a cerca de 48 quilómetros da cidade de Santo António, informa a agência Associated Press.

Este tiroteio ocorre apenas um mês após um atirador em Las Vegas matar 58 pessoas e ferir centenas durante um festival de música a céu aberto.

E acontece dois anos depois de o supremacista branco Dylann Roof entrar em uma igreja historicamente frequentada por fiéis afro-americanos em Charleston, na Carolina do Sul, matando nove pessoas.

Por: SAPO 24 e LUSA