Loading...
Desporto

BOMBA DE ÚLTIMA HORA: Luís Filipe Vieira…

“A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), realizou uma operação a nível nacional, tendente a confirmar a eventual prática dos crimes de corrupção, recebimento indevido de vantagem, branqueamento, tráfico de influências e fraude fiscal qualificada, no âmbito de um inquérito que corre termos no Supremo Tribunal de Justiça, coadjuvado pelo Departamento Central Investigação e Ação Penal”. Foi desta forma que a PJ começou por explicar, em comunicado no seu site, os contornos da ‘Operação Lex’, cujas buscas começaram esta terça-feira de manhã e que têm no centro Rui Rangel.

Loading...

O juiz do Tribunal da Relação de Lisboa foi constituído arguido, tal como a sua ex-mulher, a juíza desembargadora Fátima Galante, garante a agência Lusa, que avança que ambos vão ser inquiridos no Supremo Tribunal de Justiça. Luís Filipe Vieira também foi constituído arguido, embora o advogado do Benfica, João Correia, tenha dito que o presidente dos encarnados “ainda não é arguido.”

Em outubro de 2016, o Conselho Superior de Magistratura instaurou um inquérito ao juiz desembargador Rui Rangel, no âmbito do processo “Rota do Atlântico”, depois de a Procuradoria ter também aberto uma investigação com origem numa certidão do processo “Rota do Atlântico”. Este inquérito, segundo o Conselho Superior de Magistratura, ainda decorre.

O que se sabe sobre a Operação LEX até ao momento:

O que investiga: crimes de corrupção, recebimento indevido de vantagem, branqueamento, tráfico de influências e fraude fiscal qualificada

Onde foram efetuadas buscas: Estádio da Luz (no gabinete do ‘vice’ do Benfica Fernando Tavares), Tribunal da Relação, casa de Rui Rangel, casa de Luís Filipe Vieira e casa da ex-mulher de Rui Rangel

Cinco detidos: Santos Martins (advogado), Filho de Santos Martins, ex-mulher de Rui Rangel, Oficial de Justiça e advogado

Arguidos: Rui Rangel, Fátima Galante e Luís Filipe Vieira

Fonte: record.pt

Loading...